Sentimentos e Palavras

17 03 2014

 PalavrasHoje amanheci com muitos sentimentos que me eram verdadeiros dentro de mim, parecia que meus olhos visualizavam tais movimentos sentidos; as palavras me vinham à boca, mas não consegui proclamá-las, pois tudo era tão intenso. De repente sem nada falar o silêncio tomou conta de mim, fui invadido quão profundamente por tudo que senti; o desejo naquele momento era que nunca passasse tal experiência, pois existe momentos que nos advêm que as palavras são apenas uma forma simbólica de tentar dizer, e se à tentamos falar, apenas conseguimos esvaziar o momento, elas apenas querem ser vividas sem nada dizer.

Há palavras como eu gostaria que você traduzisse tais sentimentos profundos vividos, gostaria palavras que você fosse certeira a atingir o alvo desejado do momento experimentado, traduzindo em linguagem corrente tanto movimento dentro de mim. Calmos sentimentos e palavras, tudo tem seu tempo. Tudo não passa se sentimentos que querem traduzir-se em palavras aprofundadas.

João Marques





Partida, Hora de Encontro

19 06 2011

Quando mergulho na partida como momento de encontro, consigo descobrir os muitos significados e facetas que tais realidades querem me revelar, pois quando falamos algo sobre encontro, pensamos logo somente no ato de encontrar uma pessoa ou alguém, e dar-lhe um abraço ou fazer-lhe muitos gestos significativos, isso é o que pensamos ser encontro, mas não o é, isso é apenas a chegada daquilo que estava longe de forma corpórea, e que acabou de chegar, isso é ausência de matéria viva, mas que acabou de se tornar visível e palpável a nossa frente. Encontro é quando apenas olhamos nos olhos de alguém, e sentimos que o outro carrega em si, talvez um pedaço de nós, embora não consigamos identificar, encontro é quando os gestos do outro nos fala mais que aquilo que as palavras conseguem expressar, encontro é quando nos colocamos no lugar do outro e sentimos as dores que ele está sentindo e daí nos compadecemos daquela pessoa acolhendo-a naquilo que ela é, sem nada cobrar, encontro é chegar a hora da despedida com uma pessoa que tanto amamos e não saber como agir e reagir, pois tudo se mistura nas nossas ações e reações, as lágrimas escorrem e fala por aquilo que ela é, e a vontade de estar junto se intensifica, mas é tempo de partir, pois tudo que foi vivido e experimentado com o outro é tão verdadeiro que já não se sabe quem é o outro e quem sou eu, isso é encontro, partir mas ao mesmo tempo está ficando no coração de quem se encontrou. Olhando para as diversas faces do encontro, percebo que encontrar é fazer vir a tona as coisas boas e licitas que estão dentro de nós, para melhor enxergarmos quem somos.





Rosas Pelo Chão

14 06 2011

Em um dia muito bonito de sol, caminhando pelas calçadas que nossos calçados pisam, deparei-me com um exuberante arranjo de rosas pelo chão, eram lindas rosas vermelhas, belas, bonitas, enigmáticas; parecia estar ali há pouco tempo, estavam jogadas, caídas abandonadas, sozinhas… Perguntei-me, como pode lindas rosas estarem dessa forma abandonadas? Nesse mesmo momento vieram muitas perguntas a o meu coração, o que realmente ocasionou para que aquelas rosas maravilhosas estivessem lá no chão como estavam, sujeita a todo tipo de situação. Pensei comigo mesmo, será que foram seus espinhos que a mesma contém que feriu alguém e o mesmo resolveu jogar fora? Não! Impossível! Sua beleza supera qualquer ferimento de um espinho. Será que alguém deixou cair quando levava para uma pessoa muito especial? Impossível! Pois tanta beleza não seria deixada despercebida. Será que um rapaz deu para sua namorada e ela a o receber não gostou? Não! Pois não há alguém insensível a tal ponto de não saber apreciar tanta beleza contida naquele arranjo de flores,… Depois de muitas perguntas e hipóteses, ouvi uma voz que dizia dentro do meu coração, essas lindas rosas vermelhas é uma forma de dizer que a cada dia é preciso valorizar as muitas situações que te permito viver, por que se não valorizar, elas serão igual a muitas rosas jogadas pelo chão, embora bonita, torna-se enigmática, pois o que não pode acontecer é que muitas coisas bonitas possam passar despercebidas por você. Não posso olhar para onde a rosa está, mas aprender com tudo que ela quer me falar.